Mãe lança campanha por implantação de Clínica Escola em Lagarto

aira180116_2

A jovem Airã Silveira é mãe da pequena Melissa Almeida, de quatro anos. Melissa é portadora de autismo e precisa tanto de educação quanto de uma assistência diferenciada para desenvolvimento do seu intelecto e demais sentidos para que mais tarde possa adquirir sua independência como qualquer outra jovem.

A dificuldade no tratamento tem impedido Airã de tocar a própria vida profissional para se dedicar exclusivamente à filha. Técnica em enfermagem, ela teve que deixar o trabalho para cuidar de Melissa. Sem emprego, com ajuda do esposo e da família, ela desembolsa R$ 200 por mês só para o tratamento com uma fonoaudióloga particular semanalmente.

Como complemento básico, Melissa frequenta o Centro de Especialidades da Saúde que é mantido pela prefeitura Municipal de Lagarto. Lá ela tem sessões de terapia ocupacional, fonoaudiologia, psicologia e pediatria há mais de dois anos.

No caso de terapia ocupacional e fono, as crianças têm uma melhor atenção graças à parceria da Universidade Federal de Sergipe (UFS) com a Secretaria Municipal de Saúde. Alunos supervisionados por mestres aprendem e praticam os ensinamentos e, de acordo com Airã, os resultados são os melhores possíveis.

As sessões de fonoaudiologia são ministradas na Galeria José Augusto Vieira e as de terapia no prédio do Centro de Especialidades. Apesar desta assistência ainda fica evidenciada a deficiência.

Uma criança de Lagarto ou da região com autismo ou síndrome de down e sem condições financeiras só tem direito a 40 minutos semanais de terapias, quando o ideal seria ao menos três dias por semana. O desenvolvimento desejado só será possível a longo prazo.

“É como se cada aluno tivesse direito a assistir a apenas menos da metade de uma aula por semana no colégio”, compara Airã.

 

Uma assistência de qualidade só seria possível se a cidade contasse com uma Clínica Escola, onde fossem oferecidas todas estas especialidades e outras mais.

De acordo com Airã, a prefeitura faz a parte dela dentro dos recursos que são possíveis. O Centro de Especialidades atende gratuitamente de 80 a 100 crianças com necessidades especiais por semana. Todavia o benefício peca na estrutura. Os autistas dividem o mesmo espaço de pessoas com doenças diversas.

“Uma criança já é impaciente por natureza, não é? Imagine uma autista, exposta a condições de espera, muita gente, calor. É ou não uma atmosfera estressante? Em nome de todas as mães de crianças com necessidades especiais, eu peço: queremos um local adequado para nossas crianças”, apela Airã.

Ela lança um apelo estendido a todas as mães não só de autistas como de qualquer necessidade especial da cidade e da região para que consigam encaminhar um projeto a Câmara de Vereadores de Lagarto que possibilite recursos para a implantação de uma Clínica Escola para um tratamento digno em um local especificamente para eles.

Some-se |à causa, entre em contato com Airã pelo (79) 99824-6762.

Entenda o autismo

Os Transtornos do Espectro Autista (TEA) podem ser associados com deficiência intelectual, dificuldades de coordenação motora e de atenção e, às vezes, pessoas com autismo têm problemas de saúde física, tais como sono e distúrbios gastrointestinais e podem apresentar outras condições como síndrome de déficit de atenção e hiperatividade, dislexia ou dispraxia. Na adolescência podem desenvolver ansiedade e depressão.

Algumas poderão levar uma vida relativamente “normal”, enquanto outras poderão precisar de apoio especializado ao longo de toda a vida. O autismo é uma condição permanente, a criança nasce com autismo e torna-se um adulto com autismo.

Instruir aqueles próximos às nossas crianças com simples compreensões sobre os elementos básicos do autismo tem um enorme impacto no percurso delas para a produtividade e uma vida adulta independente. A educação especial é o tratamento fundamental e pode dar-se na escola específica ou na dedicação muito individualizada.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s