A verdade sobre o caso do suposto bebê jogado no lixo em Lagarto

Uma foto de um rapaz segurando um bebezinho e seguida de um áudio em que uma mulher afirma que o recém-nascido havia sido retirado do lixo e socorrido no CAPs (Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas) espalhou-se pelas redes sociais nesta manhã em Lagarto. O problema é que a história não procede e é mais uma dos exageros criados por pessoas irresponsáveis no Whatsapp.

Segundo a coordenação do Caps tudo não passou de um mal-entendido. A criança que aparece nos braços de um rapaz estava somente de passagem pela unidade com a sua avó, à espera de umas peças de roupas que um médico havia prometido a ela. Soube-se então que a jovem mãe do bebê sofre de transtornos mentais e por isso a avó pegou a criança para criar. Não houve nada de bebê jogado no lixo. “Exageram e foram longe demais no áudio”, falou uma servidora do local.

No Hospital Regional também não há registro de bebê socorrido, proveniente de abandono em lixão.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s